quarta-feira, 8 de julho de 2009

O Michael não iria gostar...

Todo mundo só fala da declaração emocionada da filha do Michael Jackson no megaevento promovido pelos abutres da família dele. Emoção sincera, de uma criança que acabou de perder o pai. Mas, ao ver aquilo, não pude deixar de pensar no cantor revoltado com tamanha exposição dela e dos outros filhos que ele sempre "protegeu" da mídia. Sempre achei maluca (ele não era nada normal mesmo)aquela coisa de rostos cobertos com veús, mas era a vontade dele. Talvez uma forma torta, embora bem intencionada, de tentar garantir aos filhos uma infância que ele não teve. Aí, o cara ainda nem foi sepultado, e colocam as crianças na frente das câmeras do mundo inteeeeeeeeiro - sem falar no mau gosto de levar o caixão pro palco! Bem fez a Elizabeth Taylor que, sendo realmente amiga de longa data de Michael, se recusou a participar da tal "homenagem". Pra completar, ainda sumiram com o caixão. Niguém sabe se cremaram o corpo, se enterraram... coitado do Michael! Espero que ele consiga descansar em paz algum dia.
E tomara que os filhos do Michael encontrem alguém que realmente cuide deles e não os veja apenas como um baú cheio de dólares! tenho pena dessas crianças...

3 comentários:

Tiago Nomack disse...

eh... eu tb fiquei com uma sensacao parecida com raiva qd vi a filha do kra falando ali... sei la... parecia script de um show, algo meio forçado... sei la... nao precisava disso... foda.

Ana disse...

Acho que o discurso da criança foi verdadeiro. Ela amava o pai, tenho certeza. Fiquei passada com a família, por fazer questão de colocar a menina pra falar. Os verdadeiros fãs, assim como os amigos do Michael, não gostaram.

Sônia disse...

Concordo Ana. Estão usando as pobres crianças para causar comoção, é as pobres coitadas não tem como se defender, é são as únicas da família, na minha opinião, que estão sofrendo realmente. sem falar daqueles abraços coletivos tentando passar a imagem de família triste e unida? Maior forcação de barra, não conveceram ninguém.

Sônia Soares