sexta-feira, 26 de junho de 2009

Adeus ao rei do pop

Gente, como todo mundo, tive a minha fase Michael Jackson. O cara realmente fez história e não vai morrer nunca para a música. Assim como Elvis, Lennon... gerações e gerações vão chegar e ouvir falar dele - tanto pro bem, quanto pro mal.
Então, adeus. And that's all!!!!

4 comentários:

Tiago Nomack disse...

ei ana... o kra nao morreu po... isso tudo eh merchan pra ele vender mais e ganhar mais grana ehehehhehehe

Ana disse...

Repito, Tiago: sem comentários! rsrsrs

Sônia disse...

Ana, eu sempre gostei do Michael, embora não fosse muito fanática. Mas eu tenho uma recordação muito boa dele.

Lá pelo ano de 1988, eu e meus irmãos ficávamos ouvindo e dançando as músicas do Michael. O meu irmão do meio, que tinha sete anos na época, era um dos mais empolgados. Ele passava o dia inteiro ouvindo Triller e dançando. Um dia escondemos a fita K7 dele e ele ficou enlouquecido, queria nós matar (risos).

Quando eu soube da morte do Michael, a primeira coisa que me veio à cabeça foi essa recordação, uma boa recordação. Liguei imediatamente para o meu irmão para trocar figurinhas com ele sobre o ocorrido. Lógico, que hoje ele já é um adulto, mas o silêncio dele me fez perceber que ele realmente estava triste.
Bom, o que eu quero dizer com isso, é que se a música do Michael conseguiu atingir fãs em locais tão distantes (região oeste do Pará), falando em uma língua diferente, com um estilo diferente, numa época em que não havia internet e toda essa rapidez na divulgação de um artista. Ele foi é sempre será uma estrela.
E eu sempre vou lembrar dele com carinho, pois ele fez parte da minha infância e deixou boas recordações.

Obs.: se eu me esforçar um pouco consigo fazer alguns passos (risos).

Bjs,

Sônia Soares

Ana disse...

Belo comentário, Sônia! Como disse, ele faz parte da história de todos nós e todos tivemos nossa fase Michael Jackson (Parece que foi ontem que assisti, em primeira mão no Fantástico, o clip da música Black or White ( e lá se vão 18 anos!!!). Depois ele foi pirando cada vez mais, coitado! Mas, já estava na história.
Bjs pra ti!